A estabilização do número de casos de covid-19 em Foz do Iguaçu após um período de medidas restritivas permitiu à Prefeitura de Foz promover novas flexibilizações a partir desta terça-feira (20). É o caso da liberação de eventos corporativos, como congressos e workshops, com limitação de público de até 100 pessoas e mediante cumprimento dos protocolos sanitários para evitar a transmissão do coronavírus.

Nesta segunda-feira a Vigilância Sanitária registrou 55 novos casos de covid-19 em Foz. A cidade possui, atualmente, 439 casos ativos e a ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) é de 68,8%. O ideal é reduzir ainda mais esses índices, mas a situação se demonstra muito menos crítica do que no início de março, quando a Vigilância chegou a registrar 370 casos em um só dia e a ocupação das UTI estava em 100%, com a utilização de recursos extras para atender os casos graves.

Medidas como o fechamento total das atividades nos finais de semana foram fundamentais para reduzir esses números e a prefeitura se reúne semanalmente para avaliação da situação epidemiológica do município.

Novo decreto

O decreto nº 29.130, publicado no Diário Oficial do município nesta segunda, liberou o funcionamento das atividades gastronômicas até às 23h. Supermercados, mercados, mercearias, postos de combustíveis, lojas de conveniência, clínicas, centros de estética e academias de ginástica, no entanto, continuam funcionando até as 22h.

Também estão permitidas atividades esportivas coletivas recreativas em quadras e campos privados, e em associações e clubes esportivos, que tenham como atividade econômica a realização de jogos. Além do cumprimento do termo de responsabilidade sanitária, deverão seguir regras como o envio com 72h de antecedência de uma lista com os participantes e o local do jogo; interdição dos vestiários, bebedouros e chuveiros; e intervalo mínimo de uma hora entre uma partida e outra.

A realização de eventos corporativos de até 100 pessoas, como encontros, treinamentos, congressos e convenções, além de solenidades oficiais do Município, foi liberada, mas também mediante o cumprimento dos protocolos sanitários e regras como medição de temperatura de todos os participantes, distanciamento de 1,5 metro nas filas de acesso do evento e a higienização constante dos móveis nos ambientes comuns.

O decreto mantém a proibição da abertura de casas noturnas e de shows; reuniões residenciais acima de 10 pessoas, entre adultos e crianças; festas e aglomerações com danças e bailes; e a utilização de playgrounds, praças esportivas, campos de futebol públicos e academias ao ar livre para atividades recreativas.

CURTIU?
Acompanhe